De 1º a 5 de janeiro, Estado do Rio registra 121 casos de microcefalia

Rio - A Superintendência de Vigilância Epidemiológica da Secretaria estadual de Saúde do Rio informou nesta quarta-feira, 6, que apenas nos primeiros cinco dias de 2016 foram registrados 121 casos de microcefalia no Estado. Desses, 102 são de bebês já nascidos e os outros 19 são de bebês que ainda estão no útero materno.

Quarenta e três mulheres relataram histórico de manchas vermelhas pelo corpo ao longo da gravidez (exantema), o que é indicativo de que foram infectadas pelo zika vírus, relacionado à microcefalia. Dados do ministério publicados no jornal O Estado de S.Paulo nesta terça, 5, dão conta de 118 casos no Estado, em 20 municípios (dos 92 do Rio) afetados.

Os números divulgados pela superintendência são obtidos com o cruzamento de informações do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) e do Relatório de Emergência em Saúde Pública (Resp), ambos gerados pelo Ministério da Saúde.

Desde 18 de novembro de 2015, quando se tornou obrigatória no Estado a notificação de gestantes com as manchas, já foram registrados 1.503 casos de grávidas com esse quadro. Até hoje, 17 tiveram a confirmação de zika vírus, mas ainda não há certeza se os fetos apresentam microcefalia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos