Diego Herculano/AFP

Violência no Rio

Repórter faz relato de violência na região central do Rio

No Rio

"Escapei de uma tentativa de assalto na noite de terça-feira (5), na avenida Rio Branco, centro do Rio de Janeiro. Por volta de 21h15, fui abordado por dois homens, na esquina com a rua do Rosário. Um deles, que aparentava ter mais de 18 anos, pediu esmola, embora trajasse camisa polo, bermuda e tênis. Apertei o passo.

O homem pediu atenção e que eu parasse para ouvi-lo. Foi quando o comparsa, que parecia mais jovem e poderia ter mais ou menos de 18 anos, aproximou-se. Abri a carteira e dei algumas notas de R$ 2, já no ponto de ônibus, na frente de uma lanchonete da rede McDonald's. O comparsa que parecia mais novo exigiu a carteira e o relógio.

Havia duas pessoas no ponto de ônibus, acompanhando a cena. O assaltante mais jovem alegou estar armado e ameaçou atirar no meu pé, mas não mostrou a arma. Foi quando um homem, que não vestia uniforme e estava na frente da lanchonete, sacou uma pistola e ameaçou os assaltantes. Ele ainda ordenou que devolvessem o dinheiro. Pedi que deixasse a dupla ir, pois temia que se iniciasse um tiroteio. Os dois se foram, bradando ameaças contra o homem armado. Não havia um policial sequer nas redondezas."

As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos