Todos os 17 detidos em protesto contra tarifa de ônibus são liberados em SP

São Paulo - Todas as 17 pessoas detidas pela Polícia Militar suspeitas de participar de atos de vandalismo durante os protestos de sexta-feira contra o aumento da tarifa de ônibus foram liberadas até o fim da tarde deste sábado, 9. Quatro haviam sido presas em flagrante por crimes de roubo, dano ao patrimônio qualificado e posse de material explosivo. As informações são do Decap, departamento responsável pelas delegacias da capital paulista. Neste sábado, passou a vigorar na cidade a tarifa de R$ 3,80 para ônibus, trens e metrô.

Segundo a Polícia Civil, duas pessoas foram presas por tentar roubar um policial militar que acompanhava o protesto, uma por destruir uma viatura da PM e a última por estar com material explosivo na mochila. A prisão do manifestante que supostamente estaria com esse artefato é contestada por participantes da manifestação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos