BH sanciona lei que proíbe o aplicativo

Belo Horizonte - A Prefeitura de Belo Horizonte sancionou ontem, por meio de publicação no Diário Oficial, lei que proíbe o Uber. O texto diz que aplicativos só poderão intermediar o contato entre passageiros e motoristas que estão cadastrados pela Prefeitura. A empresa não concorda. Em uma nota publicada em seu site, afirma que "vai seguir operando em Belo Horizonte" por entender que oferece um serviço de transporte privado. "É importante mencionar que um decreto regulando positivamente modelos de negócio como a Uber foi apresentado pelo prefeito Fernando Haddad, em São Paulo", destaca a nota oficial. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos