Cidade de SP busca desaparecido e decreta calamidade por chuva

Sorocaba - A prefeitura de Pederneiras, no interior de São Paulo, decretou estado de calamidade pública no fim da tarde de quarta-feira, 13, depois que as chuvas causaram o rompimento de quatro barragens. A água danificou pontes, estradas e cobriu até a área central da cidade. Pelo menos 150 famílias ficaram desabrigadas. Um homem de 37 anos teve o carro levado pelo Ribeirão Pederneiras e está desaparecido - as buscas prosseguem.

Outras quatro cidades da região decretaram estado de emergência, elevando para sete o número de cidades nessa situação no interior paulista. Em Lençóis Paulista, 150 casas foram alagadas pelo Rio Lençóis e os moradores foram levados para um ginásio de esportes. Em Maracaí, 54 famílias perderam tudo nas águas.

A prefeitura de Borebi decretou emergência depois que uma represa se rompeu, inundou casas e levou parte da Rodovia da Amizade. Em Boraceia, doze pontes foram danificadas e a população rural está isolada. Em outras regiões, estão em emergência as cidades de Guapiara, Eldorado e Borá.

A rodovia Washington Luís (SP-310) está interditada no km 321, em Taquaritinga, após o surgimento de uma cratera na pista sentido interior. O trânsito está sendo desviado. Na manhã desta quinta-feira, 14, as águas de um córrego invadiram a pista também no km 279, em Araraquara. Um carro com três pessoas foi arrastado pela correnteza, mas os ocupantes foram resgatados pelos bombeiros sem ferimentos.

Sete outras rodovias estaduais têm trechos interditados em consequência das chuvas: Marechal Rondon, no km 237, em Botucatu; Raposo Tavares, km 250, em Assis; Manílio Gobb, km 460, em Paraguaçu Paulista; João Baptista Cabral Rennó, km 244, em Piratininga; Comandante João Ribeiro de Barros, km 207, em Pederneiras; Miguel Gantus, km 21, em Herculândia; Sebastião Ferraz de Camargo Penteado, km 243, em Guapiara.

Paraná

Subiu para 42 o número de municípios atingidos pelas chuvas que caem no interior desde o final de semana. No total, 16.245 pessoas foram afetadas e 2.194 estão desalojadas, segundo relatório da Defesa Civil do Paraná, divulgado no final da tarde desta quarta-feira, 13. As chuvas deixaram um saldo de cinco feridos e uma pessoa continua desaparecida. Além disso, 12 cidades permanecem sem abastecimento de água no Norte do estado.

Rio

A cidade do Rio de Janeiro está em estágio de atenção desde às 19h30 desta quarta-feira, 13, por causa das chuvas que atingem a cidade. Na madrugada desta quinta-feira, 14, uma barreira caiu na Rua São Miguel, na Tijuca, zona norte do Rio, e foi interditada pelo Corpo de Bombeiros. Não houve vítimas e o trânsito teve que ser desviado. Postes de iluminação na Linha Vermelha, via expressa que liga os municípios do Rio e São João de Meriti (Baixada Fluminense), ficaram apagados, na altura dos km 18 e 19, nesta madrugada.

Os aeroportos Santos Dumont, no centro, e o Internacional do Rio de Janeiro (Galeão), na zona norte, operam com o auxílio de instrumentos para pousos e decolagens, na manhã desta quinta, por causa do mau tempo. Até o momento, não há registros de atrasos ou cancelamentos de voos. A previsão para esta quinta-feira, segundo o Centro de Operações do Rio, é de chuva moderada a forte ao longo do dia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos