Protesto contra reajuste de tarifas do transporte público segue pacífico

São Paulo - As manifestações desta quinta, 14, organizada pelo Movimento Passe Livre (MPL) contra o reajuste das tarifas de transporte público levou todo o comércio da região central fechar as portas.

O ato iniciou com mudança de enredo. "Não acabou, tem que acabar, quero o fim da Polícia Militar". A PM não responde à provocação

Na Avenida Brigadeiro Faria Lima também há concentração de protestantes. Motos da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) ficam à frente dos manifestantes. Dois representantes do MPL caminham com a tenente-coronel Dulcinéia Lopes de Oliveira, comandante da operação. O ato segue pacífico e se aproxima da Praça Panamericana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos