Após desistir de candidatura a líder, Newton Jr. é disputado por Picciani e Cunha

Brasília - Após desistir de disputar a liderança do PMDB na Câmara dos Deputados contra Leonardo Picciani (RJ) e Leonardo Quintão (MG), o deputado Newton Cardoso Júnior (MG) virou um dos principais alvos dos candidatos e seus articuladores em busca de apoio.

Defensor declarado da reeleição de Picciani, o deputado Mauro Lopes (MG) convidou Newton Júnior para almoçar nesta terça-feira, 19, em Brasília. Lopes foi sondado pelo Planalto para assumir a Secretaria da Aviação Civil (SAC) em troca do apoio dele e da bancada do PMDB de Minas a Picciani.

Pela tarde, Newton Júnior deve conversar com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Cunha buscará o apoio do deputado mineiro ao terceiro candidato que pretende lançar para disputar a liderança do PMDB. O objetivo de Cunha é dificultar a reeleição de Picciani.

Como mostrou mais cedo o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o presidente da Câmara tem em mãos uma lista com nomes de seis peemedebistas, entre os quais escolherá um para disputar com Picciani e Quintão a liderança do PMDB na Casa. A definição deve sair ainda nesta terça-feira.

Newton Júnior desistiu de ser candidato a líder do PMDB durante reunião da bancada do PMDB de Minas Gerais nessa segunda-feira. Após mais de três horas de encontro, a bancada mineira do PMDB não chegou a um consenso sobre como se posicionar na disputa pela liderança da sigla na Casa. Com o impasse, o presidente estadual da sigla e vice-governador de Minas, Antônio Andrade, liberou a bancada a votar em qual candidato quiser.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos