Samarco deve implementar 38 programas ambientais e econômicos em MG e ES

Em Brasília

  • Instituto Últimos Refúgios

    Um dos trechos mais preservados do rio Doce foi tomado pela lama de duas barragens da Samarco

    Um dos trechos mais preservados do rio Doce foi tomado pela lama de duas barragens da Samarco

A mineradora Samarco e suas controladoras Vale e BHP concordaram em criar 38 programas para recuperar os danos ambientais, indenizar vítimas, gerar renda e reconstruir casas nos 39 municípios atingidos pela enxurrada de lama. Há cerca de um mês e meio, a barragem de Fundão rompeu, devastando distritos, poluindo o rio Doce e matando pelo menos 17 pessoas.

A medida foi definida em uma série de reuniões que ocorreram nesta quinta-feira, 21, na sede da Advocacia-Geral da União (AGU). Participaram representantes das mineradoras, dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo e do Ibama.

As ações devem ser implementadas, em um prazo estimado de dez anos, por uma fundação que será financeiramente abastecida pela própria Samarco, com garantia das controladoras. A fundação deve ser composta de três conselhos: administrativo, fiscal e consultivo - esse último contará com a participação tanto de especialistas quanto da sociedade civil, que poderão monitorar o andamento e os resultados das ações.

Em reuniões previstas para a semana que vem, os 38 programas serão detalhados e, para cada um deles, definidos cronogramas, metas técnicas e quantitativas para cumprir o objetivo. Só então essa lista de ações será divulgada, informou o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, que disse estar "confiante" de que o acordo seja firmado até a primeira semana de fevereiro. "Não podemos aceitar que demore mais que isso", afirmou.

A presidente do Ibama, Marilene Ramos, adiantou que, entre os programas socioambientais, estão a dragagem de rejeitos, a restauração florestal, a recuperação de nascentes, a coleta e o tratamento de esgoto, a construção de um sistema de abastecimento de água e a reconstituição da biodiversidade do rio Doce. "São ações que extrapolam o dano direto e olham para o rio e seu entorno de forma mais ampla", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos