Pacientes de Sorocaba viajam 230 km para tratar câncer

Sorocaba - Pessoas com câncer em Sorocaba, no interior de São Paulo, enfrentam todo dia uma viagem de 230 quilômetros para fazer radioterapia. O único equipamento da cidade que atende o Sistema Único de Saúde (SUS) não dá conta da demanda. Para não ficar sem tratamento, os doentes viajam em grupos até um hospital de Guarulhos e precisam aguardar que todos sejam atendidos para retornar.

A maratona começa às 4 horas da manhã e pode se estender até a noite. Pessoas idosas passam mal durante o trajeto. A paciente Euzélis Consuelo Barbosa, de 68 anos, com câncer de mama, precisa cumprir essa rotina 25 dias seguidos. Ela acorda às 2 horas da manhã e, quase sempre, não volta para casa antes das 10 horas da noite. A idosa se resigna: o tratamento numa clínica particular da cidade custaria R$ 20 mil.

Muitos doentes tiveram de recorrer à Justiça para conseguir um lugar na viagem. A defensora pública Fabiana Júlia Rezende considera a situação lamentável. "Esses pacientes têm direito, mas não recebem um tratamento digno." A prefeitura de Sorocaba alega que os recursos repassados pelo governo estadual são para 110 pacientes, mas a demanda chega a 420, dos quais 65% provêm da região. A única máquina instalada na Santa Casa, hospital sob gestão do município, atende doentes de 48 cidades.

De acordo com a Secretaria da Saúde de Sorocaba, 11 pacientes fazem tratamento diário em Guarulhos e outros quatro estão em fase de admissão. A prefeitura disponibiliza um micro-ônibus e três vans para o transporte e informou que vai fazer triagem mais ampla para evitar que pacientes em situação mais grave tenham de se tratar em outras cidades.

A Secretaria informou que é responsabilidade do Estado e da União financiar as ações de saúde de alta complexidade. Em outubro, a Santa Casa foi obrigada a suspender o atendimento a novos pacientes por falta de recursos. A prefeitura alegou que vinha arcando com um custo adicional de R$ 520 mil.

A Secretaria da Saúde do Estado informou ter repassado R$ 800 mil, este mês, à Santa Casa de Sorocaba para ampliar o atendimento de radioterapia. Porém, de acordo com a prefeitura, a verba foi suficiente para abrir cinco novas vagas no setor. O Ministério de Saúde informou ter aberto licitação para a compra de um acelerador linear para radioterapia destinado à Santa Casa. O equipamento estará disponível no fim de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos