Nível do Cantareira fica estável pela primeira vez em 2016

  • Nilton Cardin

    Represa Jaguari, do Sistema Cantareira, no dia 19 de janeiro

    Represa Jaguari, do Sistema Cantareira, no dia 19 de janeiro

Após 52 dias seguidos de alta em seu nível de armazenamento, os reservatórios do Sistema Cantareira mantiveram-se estáveis neste domingo (24), segundo relatório da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). O sistema opera com 42,8% da sua capacidade, resultado igual ao de sábado (23). Esse dado considera duas cotas de volume morto como se fossem volume útil do sistema.

Considerando o índice que calcula a reserva profunda como volume negativo, o manancial está com apenas 13,6% da capacidade, aumento de 0,1 ponto porcentual na comparação com o porcentual de ontem. Já o terceiro índice, que utiliza todo o volume armazenado e o volume total para fazer o cálculo, está em 33,1%, igual resultado de sábado.

No sistema, não houve aumento no volume de chuvas no dia, ainda de acordo com dados da Sabesp. No mês, a pluviometria acumulada é de 180,7 mm, sendo que a média histórica para o mês de janeiro é de 263,0 mm.

Outros mananciais

Responsável por atender o maior número de clientes da Sabesp (5,8 milhões), o Sistema Guarapiranga teve queda de 0,3 ponto porcentual, de 85,8% para 85,5%.

O Sistema Alto Cotia ficou estável em 99,3%; o Rio Grande caiu de 92,5% para 92,2%; o Alto Tietê seguiu com 28,9%. O Rio Claro, por fim, subiu de 81,0% para 81,2%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos