Casal é assassinado a facadas em Araxá-MG

Araxá, MG - Um casal foi assassinado a facadas no fim de semana em Araxá, no Alto Paranaíba (MG). A polícia afirma acreditar em latrocínio, mas ainda não tem suspeitos. O empresário Hígor Humberto Fonseca de Sousa, de 26 anos, e a mulher dele, Rafaela D'eluz Giordani, de 21, foram encontrados amarrados e amordaçados.

Sousa e Rafaela teriam sido torturados e tinham açúcar e fubá sobre o corpo. Ele era empresário, filho do vice-presidente do Esporte Clube Mamoré e torcedor fanático do time de Patos de Minas (MG), que disputa a segunda divisão do Campeonato Mineiro de Futebol. Ela era estudante de direito e os dois estavam casados há cerca de três meses.

Nesta segunda-feira, 25, policiais começaram a ouvir parentes e amigos para tentar chegar aos assassinos. Familiares afirmaram que estranharam o sumiço do casal. Um amigo foi, então, à residência das vítimas e, ao ver as luzes acesas, resolveu pular o muro. Ao avistar manchas de sangue e tudo revirado, acionou a polícia, que achou o corpo do empresário num dos quartos. Sousa tinha pés e mãos amarrados e mais de cem perfurações, além de estar com o corpo coberto com fubá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos