Avenida Paulista vira 'parquinho'

Fechada para carros por causa do feriado de aniversário de São Paulo, a Avenida Paulista virou um complexo de diversões infantis na tarde de segunda-feira, 25. Em comemoração à data, a Prefeitura organizou shows, oficinas e peças de teatro para as crianças.

Na esquina da Paulista com a Rua Peixoto Gomide, por exemplo, foi montada uma "pista" de rap e groove, onde se apresentou a MC Sofia, de 11 anos, que vive na Cohab Raposo Tavares, na zona oeste, e canta hip-hop desde os 6 anos. No repertório, composições da própria menina que exaltam a mulher negra e os moradores da periferia. Acompanhada de duas dançarinas mirins de break e de um DJ de 14 anos, a pequena cantora arrancava aplausos dos adultos e passinhos das crianças. "Acho muito legal já ter essa valorização da cultura negra desde cedo", diz a dona de casa Eneide Peters, de 52 anos, baiana que mora na Holanda há mais de 30 anos e está de férias no Brasil com a filha e a neta.

No quarteirão seguinte, foram os pais amantes de rock que encontraram atração para os filhos. Também como parte da programação especial, os músicos da banda Beatles para Crianças se apresentaram em um palco da Prefeitura. "A gente adora Beatles e esse tipo de atração acaba envolvendo tanto adultos quanto crianças.

Cria uma conexão em que a família toda se diverte", diz o representante de comunicação Emilson Laurindo, de 40 anos, que veio acompanhado da mulher, a dona de casa Rosane Albuquerque, também de 40 anos, e da filha Julia, de 2, que não parava de dançar ao som de clássicos como Ticket to Ride e Here Comes the Sun.

Para os adultos, várias atrações que já acontecem em alguns domingos, como apresentações de músicos de rua, food trucks e feiras de artesanato, também estiveram presentes no feriado. Na altura do prédio da Fiesp, onde ocorre a feira gastronômica, a Prefeitura cedeu o espaço para a realização de rodas de samba. "Passar o aniversário de São Paulo em um samba tem tudo a ver com a cidade", afirmou a administradora Ana Paula Guimarães, de 31 anos.

Problemas

Mas a tarde na Avenida Paulista não foi apenas de calmaria. Por volta das 16h30, um homem acusado de roubar um celular entrou correndo no calçadão onde ocorria a roda de samba, seguido por uma jovem, supostamente a dona do aparelho, e outros homens. Ele foi imobilizado por pessoas que assistiam à apresentação e agredido. Em seguida, foi levado até uma viatura da Polícia Militar e preso. O celular foi recuperado.

Não teve a mesma sorte um casal de moradores do Campo Belo, zona sul, que havia ido à Paulista para pedalar. Ao parar na frente do Shopping Pátio Paulista para usar o banheiro, eles deixaram as duas bicicletas presas a um paraciclo e, quando voltaram, encontraram o equipamento vazio. Cada uma das bicicletas vale R$ 3 mil.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos