Alceu Valença convida Fafá de Belém e estreia carnaval do Ibirapuera em SP

São Paulo - Pela segunda vez em São Paulo, o cantor Alceu Valença estreou o carnaval no Parque Ibirapuera pontualmente ao meio-dia deste sábado, 30, com uma surpresa de peso para o público: Fafá de Belém, convidada especial.

"Quando soube desse negócio aqui, liguei pra ele e perguntei: e eu? E vim, claro. Somos amigos há 40 anos", disse a cantora.

A partir das 13 horas, o bloco seguiu até o obelisco. Às 14 horas, havia 15 mil pessoas no bloco, segundo estimativa da Guarda Civil Metropolitana.

À frente do bloco Maluco Beleza, Alceu abriu a folia com clássicos do frevo e prometendo ainda sucessos do maracatu. "Estamos trazendo o carnaval do Recife e de Olinda para São Paulo, que, aos poucos, terá um dos maiores carnavais de rua do Brasil", disse.

No chão, seguindo o trio, um público essencialmente familiar e formado por fãs do cantor. "Já tínhamos vindo ano passado. É muito bom. Minha filha, Mariana, de um ano e oito meses, está adorando", disse Juliana Burgos, de 34 anos, grávida de cinco meses.

A mudança do bloco para o Ibirapuera agradou o público e também Alceu. "Gostei muito de vir pra cá neste ano. Namorei muito neste parque. Agora sou casado. Só vim cantar e fazer doidice."

Aos 69 anos, o cantor mostrava muita disposição para cantar por três horas em cima do trio e alegria por poder dividi-lo com Fafá. "Hoje sou o Valenção e ela a Fafita Bonita", brincou, em lembrança à dupla mais famosa do cangaço, Lampião e Maria Bonita. A produção do bloco esperava cerca de 40 mil pessoas para a festa.

Alceu lança em 24 de março seu primeiro filme: A Luneta do Tempo. Uma obra, segundo ele, sobre o circo, a arte, a vida.

Blocos do Rio

Na Avenida Tiradentes, milhares de foliões curtiam no início da tarde o bloco Sargento Pimenta, do Rio. Pela quarta vez no carnaval paulistano, a banda conquista por inovar em arranjos especiais para músicas dos Beatles.

A concentração ocorreu nos arredores da estação Tiradentes do metrô. O público, formado em sua maioria por jovens, lotava a região desde cedo, quando se apresentou outro bloco carioca conhecido dos paulistanos, o Bangalafumenga. No intervalo entre os dois foi a vez do Chega Mais, de São Paulo.

No ano passado, quando se apresentaram na Avenida Sumaré, zona oeste, os blocos importados do Rio arrastaram cerca de 40 mil pessoas em uma prévia do carnaval. A PM ainda não divulgou estimativa de público.

Para a estudante de veterinária Isabel Naeda, de 23 anos, a experiência de curtir o carnaval na rua é nova. "Minha primeira vez num bloco. Por enquanto estou achando tudo bacana", disse.

O amigo Daniel Martins, de 20, escolheu o Sargento Pimenta por causa do estilo dos cariocas. "Muito legal as versões deles para as músicas dos Beatles. Gosto de rock. Por isso vim", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos