Nível de água do Cantareira sobe para 46,3% da capacidade

São Paulo - O Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da Capital e da Grande São Paulo, registrou aumento do volume de água armazenada pelo 13º dia consecutivo. De acordo com o boletim diário da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), com as chuvas de ontem, houve aumento de 0,1 ponto porcentual e agora os reservatórios que compõem o sistema operam com 46,3% da capacidade, conforme índice que considera o volume morto como se fosse volume útil.

Nas últimas 24 horas, choveu sobre o manancial 8,6 mm, o que elevou a precipitação acumulada em fevereiro para 43,1 mm. O esperado para o mês é 202,4 mm.

Atualmente responsável por abastecer o maior número de consumidores na região metropolitana de São Paulo, o Guarapiranga, por sua vez, manteve o volume de água armazenada e segue operando com 81,7% da capacidade.

Outros mananciais

Em crise, o Alto Tietê também não sofreu alterações no último dia e mantém a marca de 28,6% da capacidade, já considerando um volume morto adicionado no fim de 2014.

O Rio Grande, por sua vez, teve queda de 0,4 ponto porcentual e está com 88,8% da capacidade, enquanto o Rio Claro caiu 0,2, para 80,7%.

Cheio, o Sistema Alto Cotia alcançou o nível de 100,2% da capacidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos