Moradores tentam barrar futuro CEU em parque

São Paulo - O projeto de construção de um Centro de Educação Unificado (CEU) na região do Morumbi Sul foi parar no Ministério Público. Previsto para ser implementado em área verde de 78 mil metros quadrados, o equipamento com creche e piscinas é combatido por representantes da Associação dos Condomínios do Morumbi Sul (ACMS) e das comunidades Vila Cais e Piracuama, que já pediram ajuda da Promotoria para barrar a obra - em licitação.

"O que precisamos aqui é um parque oficial, bem cuidado, com segurança. A área onde a Prefeitura quer construir o CEU tem nascentes e é usada pela população para lazer e esporte, apesar de não constituir um parque oficial", diz a presidente da ACMS, Desely Dellai.

Segundo o projeto, 48% do parque precisará ser alterado para a construção do futuro CEU. Porcentual maior que o previsto em outro decreto que libera a construção de equipamentos públicos em áreas verdes. Publicado ano passado por Haddad, prevê o uso de 30% do terreno.

De acordo com a gestão Haddad, sempre houve na cidade a possibilidade de instalação de equipamentos públicos municipais em áreas verdes públicas e ociosas. "O novo Plano Diretor manteve essa possibilidade e o decreto mencionado apenas estabeleceu as condições para essas edificações, com o objetivo de não descaracterizar as áreas verdes’, afirmou a Prefeitura, em nota. A administração não se manifestou sobre a escolha do Parque Morumbi Sul para abrigar o futuro CEU Piracuama.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos