Suspeitos de assassinar turista argentina na praia de Copacabana confessam crime

Rio - Os suspeitos de matar a turista argentina Laura Pamela, de 25 anos, em uma tentativa de assalto, na madrugada desta quarta-feira, 17, na Praia de Copacabana, zona sul do Rio, confessaram o crime à Divisão de Homicídios da capital, segundo o delegado titular, Fabio Cardoso. As outras três turistas que estavam com Laura na areia da praia no momento do crime também reconheceram os criminosos, que foram encontrados na altura do posto 2 da praia. O crime aconteceu entre os postos 2 e 3, na altura do Hotel Copacabana Palace. Paulo Henrique Coelho, de 21 anos, e Douglas Gonzaga, de 32, foram presos em flagrante, depois que as turistas pediram ajuda a policiais militares. Laura foi esfaqueada no peito por Paulo Henrique, no calçadão.

"Eles estão relatando a dinâmica do crime e as argentinas reconheceram os suspeitos. Os assaltantes abordaram as vítimas, por volta das 2 horas na areia da praia, pedindo cigarro e tentaram puxar uma conversa. Elas desconfiaram da abordagem e correram para o calçadão. Laura foi alcançada por Paulo Henrique, que a esfaqueou. O Douglas pegou a sua bolsa", contou o delegado.

A bolsa roubada e a faca utilizada no crime ainda não foram encontradas pelos policiais. Segundo o delegado, os dois criminosos moram na Baixada Fluminense: Paulo Henrique em Belford Roxo e Douglas em Nilópolis. O primeiro tem passagem na polícia por roubo e o segundo por furto, porte de drogas, formação de quadrilha e ameaça. As vítimas do assalto tinham entre 22 e 26 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos