Turista argentina é morta a facadas na praia de Copacabana

Rio de Janeiro - A turista argentina Laura Pâmela Viana, de 25 anos, foi morta na praia de Copacabana na madrugada desta quarta-feira, 17, perto do posto 4. Ela estava com três amigos na areia por volta das 2h30, na altura do Hotel Copacabana Palace, quando foi abordada por dois homens e esfaqueada. Ela foi levada por bombeiros ainda com vida para o Hospital Miguel Couto, no Leblon, mas não resistiu aos golpes de faca e morreu logo depois.

De acordo com o titular da Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat), delegado Alexandre Braga, os dois homens, Paulo Henrique Coelho Moreira, de 21 anos, e Douglas Emelick Gonzaga, de 32, foram presos em flagrante por policiais militares e conduzidos à delegacia. Os três turistas foram ouvidos e o consulado argentino, acionado.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios, que vai procurar imagens feitas por câmeras de segurança. Os dois criminosos foram autuados em flagrante pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) consumado contra a turista, e por três tentativas de roubo dos três amigos dela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos