Ribeirão Preto quer mais verba contra doenças

Ribeirão Preto - Ribeirão Preto já prevê falta de dinheiro para enfrentar a dengue e a zika. O secretário Municipal de Saúde, Stênio Miranda, anunciou ontem que já são mais de 27 mil casos suspeitos das duas doenças neste ano e o número pode ser bem maior.

"Os funcionários estão com dificuldade para processar as informações." O balanço é de 15 de fevereiro. Por semana, há mais de 5 mil novos casos. Segundo o secretário, eles têm um custo alto, pois o atendimento, muitas vezes, inclui internação.

A prefeitura, segundo Miranda, remanejou verbas para bancar as despesas, mas ele acredita que em pouco tempo faltará dinheiro. "Provavelmente, não teremos." A cidade registra até 800 casos suspeitos das doenças por dia. "Como o paciente é atendido por mais de uma vez, foram cem mil consultas em dois meses." Ao todo, estão confirmados 5.848 casos de dengue e 14 de zika em gestantes.

Dracena. A Secretaria de Saúde de Dracena confirmou o primeiro caso de zika no oeste paulista. Até então, a região só tinha suspeitas da doença. O vírus foi diagnosticado em um paciente de 36 anos que estava no Hospital Regional de Presidente Prudente - cidade que teve notificados 8.349 casos de dengue neste ano (com dez mortes), dos quais, 3.273 são registros positivos da doença. (Colaborou José Maria Tomazela)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos