Procuradoria denuncia Cunha por recebimento de propina em contas na Suíça

Brasília, 04 - A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por recebimento de propina em contas na Suíça em valor superior a R$ 5 milhões. O parlamentar é acusado da prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Cunha teria atuado, segundo investigadores, para manter esquema ilícito na Petrobras e receber propina oriunda de um contrato de um campo de petróleo em Benin, na África.

A denúncia da PGR pede a devolução dos valores bloqueados nas contas além de reparação de danos morais e materiais e perda do mandato.

Ele também é acusado de praticar crime de falsidade eleitoral, por omitir rendimentos na declaração à Justiça eleitoral.

Outros investigados no mesmo caso, como a esposa e uma das duas filhas de Cunha devem ser desmembrados, segundo pedido do PGR, e tramitar na Justiça de primeira instância. Pela PGR, só a acusação sobre Cunha deve ser mantida no STF.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos