Lula explicou situação na Lava Jato e não falou sobre ministério, diz Lindbergh

Brasília - O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou nesta quarta-feira que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu explicações sobre as acusações das quais é alvo no âmbito da operação Lava Jato durante café da manhã na residência oficial do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Participaram do encontro senadores de PMDB, PT, PDT, PP e PCdoB, todos da base do governo Dilma Rousseff.

"Ele (Lula) explicou a situação", disse Lindbergh, sem entrar em detalhes. "Acha que é perseguição e que a condução coercitiva é ilegal", afirmou, ao deixar o café da manhã. Segundo o senador petista, o ex-presidente reafirmou que sempre prestou todos os esclarecimentos à Justiça e à polícia.

Lindbergh disse que Lula está "ótimo". "O presidente sabe escutar, foi uma conversa muito boa. É o que tem que ser feito neste País", afirmou.

O parlamentar petista afirmou ainda que Lula e outros senadores mostraram muita preocupação com a economia e defenderam a necessidade de retomada do crescimento econômico. Questionado por jornalistas, Lindbergh afirmou que não foi discutida na reunião suposta nomeação de Lula para algum ministério do governo Dilma.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos