Dois militares dos EUA contraíram vírus zika, um deles no Brasil

Washington - O almirante da Marinha Kurt Tidd, chefe do Comando Sul das Forças Armadas dos Estados Unidos, afirmou que dois militares norte-americanos foram diagnosticados com o vírus da zika. Ambos, porém, já se recuperaram e voltaram ao trabalho.

O mais graduado militar dos Estados Unidos para a América do Sul, Tidd disse que um dos homens estava no Brasil e o outro, na Colômbia. Uma militar que estava grávida foi transferida para fora da região, como medida de precaução.

O vírus zika se dissemina a partir do mosquito Aedes aegypti, como vários outros vírus tropicais. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a disseminação da doença nas Américas como uma emergência global. Fonte: Associated Press.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos