Aliado de Cunha é expulso por manifestantes de protesto contra nomeação de Lula

Brasília - Aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) foi expulso por manifestantes que protestam contra a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil em frente ao Palácio do Planalto. Ao tentar se juntar ao grupo, Marun foi expulso sob os gritos de "ladrão". Os manifestantes conduziram o parlamentar até o estacionamento do prédio do Congresso.

Marun atribuiu o protesto à cor de sua gravata vermelha. Segundo ele, os manifestantes devem tê-lo confundido com algum parlamentar do PT. O deputado reconheceu, contudo, que, mesmo depois de dizer que não é PT, os participantes do movimento continuaram o protesto. Na avaliação do parlamentar, há uma rejeição à classe política como um todo. "Não é com esse tipo de comportamento, atingindo nós que somos a favor do impeachment, que vai se resolver alguma coisa", afirmou o deputado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos