Governistas articulam candidatura avulsa para Jandira Feghali presidir comissão

Brasília - Enquanto líderes discursam no plenário, governistas articulam o lançamento da candidatura avulsa da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) à presidente da comissão especial do impeachment.

O grupo ligado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acredita ter número suficiente entre os 65 membros titulares da comissão processante para eleger o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), presidente do colegiado. A intenção é apoiar o líder do PTB, Jovair Arantes (GO), como relator do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos