Nomeação de Lula trará prejuízos à economia, diz PSDB ao STF

Brasília - Em ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Casa Civil, o PSDB afirma que o ato da presidente Dilma Rousseff terá influências negativas na economia do País.

De acordo com os tucanos, a posse de Lula terá consequências "na aferição do grau de risco pelas agências de rating, na redução do nível de investimento no País, e no agravamento das dificuldades nas relações diplomáticas".

"Além de desmoralizar a administração pública de maneira sem precedentes e com danos irreparáveis à imagem e à credibilidade do País perante a comunidade internacional, (a nomeação) resultará no aumento de conflitos e da consequente violência nas ruas, em escala muito maior", afirmam os advogados em nome do PSDB.

Com a ação do PSDB, protocolada no início da tarde desta quinta-feira,17, já somam cinco os processos no Supremo contra a nomeação do ex-presidente para compor o governo Dilma. O decreto foi suspenso por uma decisão do juiz Itagiba Catta Pretta Neto, da Justiça Federal do DF. Ainda cabe recurso da decisão.

De manhã, o PSB ajuizou um pedido para que a Corte suspenda o decreto da presidente. Há também um mandado de segurança do PPS, uma ação de um advogado do Distrito Federal e uma petição do Rio Grande do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos