Projetos do prefeito Haddad ficam na fila para serem votados

Com as eleições - o período pré-eleitoral começa em 2 de abril -, o prefeito Fernando Haddad (PT) corre para aprovar projetos de lei considerados prioritários pela gestão. Na pauta de quarta-feira, 16, havia 20 propostas do Executivo, mas só três foram aprovadas na Câmara: duas sobre funcionalismo e uma sobre o conselho fiscalizador do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

A ordem da votação foi alterada pelo PMDB, que pôs em votação projeto que estende o prazo para concessão do alvará provisório de funcionamento por mais um ano. Mas, por falta de quórum, a proposta não foi votada.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos