Manifestantes pró-Dilma já começam a chegar na Paulista

São Paulo - Manifestantes pró-Dilma já começam a chegar na Avenida Paulista e se concentrar no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp). A concentração do grupo começou por volta das 10 horas dessa sexta-feira, 18, cerca de uma hora depois da tropa de choque da PM dispersar manifestantes que pedem o impeachment da presidente. Uma faixa com o texto "Somos Todos Dilma" foi colocada na calçada. Não há interdição de vias.

Às 9h desta sexta, a polícia usou jato de água e bomba de efeito moral para dispersar manifestantes contrários ao governo Dilma Rousseff, que interditavam a Avenida Paulista desde a noite de quarta-feira. Naquele dia, foi anunciado que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiria como ministro-chefe da Casa Civil. A cerimônia de nomeação ocorreu nesta quinta-feira, mas liminares suspenderam atos oficiais de Lula na pasta.

Quando o grupo pró-Dilma começou a chegar na Paulista, manifestantes contrários ao atual governo ainda estavam nas redondezas, próximos ao prédio da Fiesp, mas não houve registro de confronto.

A ciclovia da Avenida Paulista foi pichada com as frases "Fora Lula" e "A ciclovia mais cara do mundo", com tinta branca, em trechos entre o Masp e o prédio da Fiesp. A via foi inaugurada pela gestão do prefeito Fernando Haddad (PT), em 28 de junho do ano passado. Segundo a Prefeitura, a ciclovia será repintada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos