Após grampos, Dilma receberá grupo de juristas 'pela legalidade' na terça-feira

Brasília - Após ter conversas com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgadas por causa de grampos ao ex-presidente no âmbito da Operação Lava Jato, a presidente da República, Dilma Rousseff, recebe na terça-feira, 22, um grupo de juristas, às 11 horas, no Palácio do Planalto. O encontro, que foi articulado para demonstrar apoio da classe jurídica ao governo Dilma, acontece também após a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidir apoiar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso Nacional.

Na última sexta-feira, 18, por 26 votos a 2, o conselho federal aprovou o parecer do relator, Érick Venâncio e declarou apoio ao afastamento de Dilma.

Segundo fontes do Planalto, o grupo terá advogados, promotores, juristas e representantes de entidades ligadas a área. Denominado de "Encontro com juristas pela legalidade em defesa da democracia", o grupo também vai avaliar possíveis abusos por parte do juiz Sérgio Moro, que conduz a Operação Lava Jato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos