Laboratório de soro antizika vive crise no Rio

Rio - Laboratório oficial do governo do Estado do Rio e centro de pesquisa onde cientistas desenvolvem um soro antizika, o Instituto Vital Brazil (IVB) enfrenta uma crise institucional. A diretoria foi demitida há 15 dias pelo secretário da Saúde, Luiz Antonio Teixeira Júnior, que assumiu o cargo em janeiro.

Diante da informação de que só o Conselho de Administração poderia tomar tal decisão, o secretário convocou assembleia e destituiu os conselheiros, cujos mandatos iam até 2018. Ele devolveu ao IVB, produtor de soros e medicamentos, o programa assistencial de distribuição de fraldas.

"O Vital Brazil está sob ameaça. Essa política de terra arrasada, de substituir a diretoria inteira, é um atraso", criticou o ex-diretor presidente Antônio Werneck. O secretário Teixeira Júnior disse que é critério dele definir qual será a função do Vital Brazil. "O Estado investe R$ 50 milhões no IVB. E o que ele produz para o Rio? O instituto faz soro e medicamento para vender para o Ministério da Saúde. O IVB tem que prestar serviço ao Rio."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos