Cunha pretende recorrer de decisão de Marco Aurélio ainda nesta quarta-feira

Brasília - O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pretende recorrer ainda nesta quarta-feira, 6, da decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou ontem que a Câmara aceite pedido de impeachment contra o vice-presidente da República, Michel Temer.

Segundo Cunha, o recurso ainda está sendo redigido e deve ser apresentado até às 19h. De acordo com a decisão de Mello, Cunha deve instalar imediatamente uma comissão para analisar o processo. O peemedebista já havia informado que recorreria.

Há na Câmara quatro pedidos de impeachment contra Temer e todos foram rejeitados pelo presidente da Câmara.

A decisão monocrática de Marco Aurélio entra em vigor a partir de sua publicação. Cunha deve ingressar com um agravo regimental em que declare que não cumprirá a decisão até a análise do caso pelo plenário do STF.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos