Para não contrariar PSB, Bebeto dá lugar para suplente em votação de impeachment

Brasília - Para não contrariar a orientação do PSB a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, o deputado Bebeto Galvão (PSB-BA) informou que irá se abster de votar nesta noite e cederá lugar para seu suplente. O parlamentar votaria a favor do governo. É o segundo voto pró-governo que o partido perde nesta segunda-feira, 11. Resfriado, o deputado Washington Reis (PMDB-RJ) não votará. Em seu lugar, votará o oposicionista Laudívio Carvalho (SD-MG).

"Diante das circunstâncias apresentadas pela denúncia, dos argumentos levantados pela defesa e do conteúdo do parecer apresentado pelo relator, não encontro elementos que possam comprovar, de maneira cabal, o crime de responsabilidade praticado, tal qual preceitua a legislação vigente que dispõe sobre o processo de impedimento", afirmou Bebeto em nota.

O deputado afirmou que, desta maneira, não poderia acompanhar a orientação de seu partido. "Restou-me como única decisão, em face da medida partidária, declinar da representação por imposição do partido, abrindo caminho para que o deputado suplente possa votar em substituição", afirmou.

"Avalio que este cenário me deixa impossibilitado de votar, pois o meu voto, inevitavelmente, ou confrontaria o comando do partido, ou contrariaria a minha essência democrática", disse Bebeto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos