Servidores da Câmara protestam próximo da comissão do impeachment

Brasília - Cerca de 50 servidores da Câmara dos Deputados estão reunidos próximos ao plenário da comissão do impeachment neste momento para protestar. Em instantes, os parlamentares vão votar parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO).

O grupo está dividido entre os que são contrários e os a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. De um lado, os pró-governo seguram placas de "impeachment sem crime é golpe". Do outro, os oposicionistas levantam cartazes de "PT, acabou a boquinha". Os gritos são de "fora Dilma" e "fora Cunha".

O ato ocorre após o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ter enviado um comunicado através da secretaria-geral proibindo os funcionários de realizarem manifestações "de apreço ou desapreço" nas dependências da instituição.

Um servidor disse que eles estavam proibidos de realizar manifestações e ameaçou denunciá-los. A polícia legislativa acompanha o protesto sem interferir.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos