Área de 30 km/h em SP 'não saiu da cabeça de um político', diz Haddad

São Paulo - O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse nesta terça-feira, 12, que a decisão de implementar velocidade máxima de 30km/h em quadrilátero na Lapa de Baixo, na zona oeste da capital, é técnica, e não política. Haddad afirmou ainda que ruas com grande quantidade de pedestres também devem ser alvo da medida.

"Isso tem todo um parecer técnico. Não sai da cabeça de um político. Sai da cabeça de um técnico. É o contrário do que vocês pensam", disse o prefeito ao jornal O Estado de S. Paulo. "É técnica a decisão. Tem um programa de proteção à vida e esse programa está em andamento".

Nesta segunda-feira, 11, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) criou a primeira "Área 30" da capital, em um quadrilátero de 1,4km² na Lapa de Baixo. Segundo a CET, o trecho foi escolhido para receber a medida porque "concentra grande volume de pedestres, oriundos do transporte coletivo por ônibus e por trem".

Haddad reforçou o argumento da companhia nesta terça, explicando que a decisão pela área se fundamentou na "quantidade de pedestres em torno do comércio local". Questionado se outros perímetros com número elevado de pedestres também seriam inclusos, Haddad confirmou, mas não especificou quais. "Certamente vão ter na cidade em ruas de perfil semelhante", afirmou.

O perímetro que recebeu a mudança é formado por ruas predominantemente residenciais de um lado e galpões industriais de outro. A área fica entre um trecho da Marginal do Tietê, as Avenidas Ermano Marchetti e Santa Marina e a Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A região definida como "Área 30" não inclui, por exemplo, a Rua 12 de Outubro, famoso centro de compras do bairro, e as áreas onde ficam o Mercado Municipal da Lapa, a Estação Lapa da CPTM e o Poupatempo. Nesse perímetro, o limite permanece em 40 km/h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos