Próximos dias mostrarão quem honra a democracia, afirma Dilma

Brasília - Em mais um discurso contrário ao impeachment e no dia seguinte à comissão da Câmara aprovar, para votação em plenário, o pedido de admissibilidade do processo contra ela, a presidente Dilma Rousseff afirmou, em um evento com representantes do setor de educação no Planalto, que os "próximos dias mostrarão quem honra a democracia e quem não se importa em destruir o regime democrático".

Dilma afirmou nesta terça-feira, 12, que estava no evento para "denunciar um golpe, para barrar uma tentativa de golpe contra República" e reafirmou que o impeachment não tem legitimidade. "Impeachment ilegítimo, sem base legal, sem crime de responsabilidade, é golpe, sim. O golpe é sobretudo contra o projeto que eu represento", disse.

A presidente disse aos presentes que a educação transforma as pessoas e isso, para alguns, é ameaçador. "Para nós, é a necessária semente de um Brasil de oportunidades para todos. Por isso demos prioridade à educação", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos