Clubes promovem mutirões contra o H1N1 em SP

São Paulo - A preocupação com a propagação do H1N1 chegou aos clubes da capital e da Grande São Paulo, que estão oferecendo para sócios doses da vacina, esgotada em algumas clínicas particulares e distribuída gratuitamente para crianças, idosos e gestantes na rede pública desde segunda-feira.

O Club Athletico Paulistano começou ontem a vacinação de sócios, que pagam R$ 100 pela imunização - nas clínicas, segundo balanço do Procon feito na semana passada, o preço pode variar entre R$ 120 e R$ 230. Foram adquiridas 2 mil doses, que serão aplicadas até sábado. "(A vacinação) Atende, claro, os públicos prioritários, idosos, crianças, mas todos os sócios estão envolvidos e podem ser vacinados", diz Fernando Aguiar, assessor da Diretoria e responsável pela área médica. Também está sendo realizada uma campanha de conscientização no local e o fornecimento de álcool em gel foi aumentado.

Alphaville

Já no Alphaville Tênis Clube, em Barueri, na Grande São Paulo, uma campanha foi realizada sábado e imunizou mais de 500 pessoas. Os sócios pagaram R$ 90 por dose. A instituição está verificando a possibilidade de adquirir mais doses para um novo mutirão.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos