Processo de impeachment

Secretários de Alckmin assumem mandato na Câmara para votar no impeachment

Em São Paulo

Quatro secretários do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que são deputados federais pediram exoneração do cargo e assumiram nesta quinta-feira (14,) seus mandatos na Câmara, para votar pelo impeachment.

O chefe da Casa Civil, Samuel Moreira (PSDB), entrou no lugar de Lobe Neto, também tucano. O secretario de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro (PSDB), substituiu Mendes Thame, do PV. Rodrigo Garcia (DEM), do Transporte, entrou no lugar de Marcelo Aguiar (DEM). E Arnaldo Jardim, da Agricultura, substituiu Roberto Freire, ambos do PPS.

A mudança não alterou o placar do impeachment, já que todos são favoráveis ao impedimento.

Arte/UOL

Placar do impeachment

Levantamento diário do jornal "O Estado de S. Paulo" mostra como os deputados estão direcionando seus votos para o impedimento ou não da presidente Dilma Rousseff.
 
Para ver o placar atualizado, acesse o endereço: http://zip.net/bfs8bd (URL encurtada e segura).
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos