Patrus diz que se licenciou para votar contra impeachment a pedido de Dilma

Brasília - Licenciado do ministério de Desenvolvimento Agrário nesta semana para participar da votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff, o deputado Patrus Ananias (PT-MG) disse que tomou a decisão atendendo a pedido da presidente. Ele espera voltar ao cargo de ministro já na segunda-feira, 18.

No salão verde da Câmara, Patrus defendeu o governo Dilma, declarando que vai votar contra o impeachment, em defesa do legado social do governo petista.

"Tenho convicção que essas conquistas sociais ficarão seriamente ameaçadas se as forças conservadores prevalecerem contra o mandato da presidente Dilma", disse.

Para ele, é natural que haja remanejamento de cargos entre membros da base aliada. "Num governo de coalizão, é claro que ocorre essa questão dos cargos, que devem ser colocados dentro de princípios éticos. Ninguém governa sozinho no abstrato", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos