Dilma deixa o Alvorada e vai continuar reuniões no Planalto

Brasília - A presidente Dilma Rousseff deixou na tarde deste sábado, 16, o Palácio da Alvorada e foi para o Palácio do Planalto continuar as reuniões para barrar o impeachment.

Mais cedo, a presidente cancelou a visita que faria a apoiadores de seu governo que estão acampados em Brasília para concentrar todas os seus esforços na busca de votos para derrotar o impeachment no plenário da Câmara. A votação está marcada para este domingo.

Pela manhã, uma série de aliados esteve no Alvorada. Um deles foi o governador do Piauí, Wellington Dias, que afirmou que, dos dez deputados do Estado, seis vão votar contra o afastamento da presidente.

O ex-governador Cid Gomes (PDT) e o deputado Sibá Machado (PT-AC) também estiveram com a presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos