Processo de impeachment

Após avanço do governo, Temer decide voltar a Brasília neste sábado

  • Wilton Junior/ Estadão Conteúdo

    O vice-presidente Michel Temer

    O vice-presidente Michel Temer

O vice-presidente da República, Michel Temer, deve voltar no início da tarde deste sábado para Brasília, na véspera do julgamento do impeachment da presidente Dilma Rousseff, segundo interlocutores do peemedebista. A decisão foi tomada nesta noite, depois de o governo comemorar os resultados da ofensiva empreendida para tentar barrar o impedimento da petista.

No final da tarde desta sexta-feira, Temer embarcou para São Paulo com previsão de permanecer na capital paulista até segunda-feira. Inicialmente, a intenção era que o vice-presidente se recolhesse no final de semana com apenas o núcleo mais próximo para acompanhar os desdobramentos da votação na Câmara. Até agora, aliados do peemedebista dão como certa a saída de Dilma e garantem ter mais do que os 342 votos necessários para garantir a aprovação do impedimento da petista no plenário.

Na noite desta sexta-feira, no entanto, o Planalto já recebia sinais positivos de reversão de votos considerados importantes, como do primeiro-vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA). O Placar do Impeachment do jornal "O Estado de S. Paulo" mostrou uma reação do governo, com 343 votos para a oposição - apenas um de margem para aprovar o impeachment.

Na volta para a capital federal, Temer deve receber novamente parlamentares, que têm feito uma romaria ao Palácio do Jaburu, residência oficial do peemedebista, para retomar as articulações políticas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos