Chapa 'Michel Cunha' quer dar o golpe, diz líder do PT na Câmara

São Paulo, 17 - O líder do PT na Câmara dos Deputados, Afonso Florence (PT-BA), afirmou que o vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), querem "dar o golpe" e têm como objetivo paralisar as investigações da Operação Lava Jato, que se aproximam de partidos de oposição, como o PSDB e o DEM.

"A chapa 'Michel Cunha' não passará neste plenário", afirmou o petista, durante a fala de líderes partidários, que precede a votação do impeachment na Câmara. "Cunha é réu no STF e jornais dizem que 'corruptos' querem derrubar uma mulher honesta, como a presidente Dilma Rousseff."

O petista disse ainda que a presidente Dilma Rousseff vai retomar a normalidade institucional após a derrota de impeachment na Câmara. Ele pediu também respeito ao resultado eleitoral de 2014. "Voto popular não é impeachment, impeachment é golpe", disse.

Florence disse que os políticos que articulam o impedimento da presidente Dilma Rousseff pretende jogar o Brasil em um cenário de incerteza. "Foi isso que aconteceu em 1964. Depois, nós devemos lembrar que políticos golpistas vão pro lixo da História", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos