Presidente da CUT de Minas chama governadores tucanos de golpistas

Brasília, 17 - Num discurso inflamado do lado de fora do Congresso para as pessoas que se concentram do lado reservado para a manifestação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, a presidente da CUT de Minas Gerais, Beatriz Cerqueira, fez duras críticas a administrações estaduais de oposição, em especial Minas Gerais e São Paulo, governados por tucanos.

Segundo ela, se a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que levou ao processo de impeachment da presidente Dilma, valesse de verdade, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, teria de ser destituído do cargo. "Assumam-se como golpistas que são", disse, referindo-se aos políticos do PSDB.

Ela falou também que não tem vergonha nenhuma de ser considerada "uma mortadela". "Pão com mortadela é o que o dinheiro do nosso salário honesto pode pagar. O problema é que tem gente que não está gostando de saber que nossa situação melhorou e que podemos escolher o pão."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos