Frentes pró-Dilma mantêm mobilizações

Brasília - As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, formadas por dezenas de movimentos sociais e partidos de esquerda contrários ao afastamento da presidente Dilma Rousseff, divulgou uma nota pouco depois do fim da votação do impeachment na Câmara na qual afirma que não vai reconhecer um eventual governo Michel Temer (PMDB-SP) e manterá as mobilizações com objetivo de pressionar o Senado a reverter a decisão da Câmara.

"A Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo desde já afirmam que não reconhecerão legitimidade de um pretenso governo Temer, fruto de um golpe institucional, como pretende a maioria da Câmara ao aprovar a admissibilidade do impeachment golpista", diz a nota.

As frentes marcaram para o dia 1º de Maio a primeira grande mobilização com objetivo de pressionar os senadores. Será uma assembleia de trabalhadores em local ainda não definido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos