Brasileira pode ser extraditada para os EUA

São Paulo - A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou a perda da cidadania brasileira de Cláudia Cristina Sobral, que é naturalizada americana e alvo de um pedido de extradição. Ela se mudou para os Estados Unidos em 1990, onde se casou e obteve visto de permanência.

Em 2007, após renunciar à cidadania brasileira, voltou ao País, poucos dias antes de o marido ser encontrado morto a tiros na residência do casal. Os Estados Unidos a indiciaram por homicídio e requereram a extradição.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos