Engenheiro foi trocado dois meses antes da inauguração de ciclovia

Em São Paulo

  • José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Trecho de 50 metros da ciclovia Tim Maia, na avenida Niemeyer, em São Conrado, na zona Sul do Rio, desabou.

    Trecho de 50 metros da ciclovia Tim Maia, na avenida Niemeyer, em São Conrado, na zona Sul do Rio, desabou.

Dois meses antes da conclusão e inauguração da ciclovia Tim Maia, na Avenida Oscar Niemeyer, no Rio, o responsável técnico pelo projeto foi substituído pela empreiteira contratada para a obra. A mudança foi feita por meio de um aditivo contratual assinado em novembro. Mesmo com a substituição, aprovada pelos órgãos municipais, o nome do engenheiro que deixou o projeto consta na relação de responsáveis pela obra apresentada na tarde desta sexta (22), pela prefeitura do Rio. Pelo menos duas pessoas morreram por causa do desabamento.

De acordo com o termo aditivo do contrato, o engenheiro Hércules Bruno Neto foi substituído por Danilo Alves Pereira, por "solicitação da contratada". A legislação que fundamenta o aditivo contratual permite a substituição "por profissionais de experiência equivalente ou superior, desde que aprovada pela administração".

A alteração é objeto do sétimo termo aditivo no contrato, publicado na edição do dia 13 de novembro do Diário Oficial do município. De acordo com o termo aditivo do contrato, a substituição foi aprovada pela Fundação GeoRio, responsável pela contratação da obra.

Hércules Bruno Neto deixou o emprego na Concremat em outubro, pouco antes da substituição. Ele ocupava o cargo de Coordenador de Projetos na empresa. Segundo seu perfil profissional, ele se formou em engenharia civil pela Universidade Gama Filho (UGF) em 1987, e em Economia pela Universidade de Sorbonne, na França, em 1978. Procurada, a empresa não se posicionou até o momento sobre o afastamento do funcionário.

Apesar da substituição, o engenheiro integra a relação de responsáveis técnicos pela execução da obra, por parte do consórcio Contemat / Concrejato. A relação foi apresentada nesta tarde pela Segov (Secretaria Executiva de Coordenação de Governo) da Prefeitura do Rio.

Questionado sobre a substituição dos funcionários responsáveis pela obra, o secretário Pedro Paulo (PMDB), não soube precisar quais os motivos para a substituição. Segundo ele, a substituição "não foi por motivos de discordância técnica ou executiva no projeto". "A mudança do responsável técnico não foi por uma mudança do projeto ou da execução. O responsável técnico se desligou da empresa por motivos outros", afirmou o secretário.

Na relação divulgada nesta tarde, a prefeitura aponta como responsável pelo projeto estrutural da ciclovia, o engenheiro Marcello José Ferreira Carvalho. Além dele, também atuou como responsável pela execução do projeto o engenheiro Ioannis Saliveros Neto.

Vídeo mostra momento do desabamento de ciclovia no Rio

  •  

Veja imagens da ciclovia que desabou no Rio de Janeiro

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos