Processo de impeachment

Sarney Filho se reúne com Temer e nega ter recebido convite para integrar governo

Em Brasília

  • Antonio Augusto/Câmara dos Deputados

    Sarney Filho é líder do PV na Câmara

    Sarney Filho é líder do PV na Câmara

O líder do PV na Câmara, deputado Sarney Filho (MA), afirmou nesta segunda-feira (25), que o partido ainda não decidiu se integrará ou não um possível governo Michel Temer. "Mas eu já defendi que, se for para fazer um governo de salvação nacional, acho que os partidos não podem se negar", afirmou Sarney Filho, ao deixar o gabinete da vice-presidência, onde se reuniu com Temer.

Segundo ele, durante o encontro, Temer não fez nenhum convite, nem sondagem ao partido para integrar o possível futuro governo. Questionado se seria natural para o PV a pasta do Meio Ambiente, o líder respondeu: "Não. Nós vamos nos incorporar, mas não tem nada que signifique isso", enfatizando que na conversa com o vice-presidente não se falou sobre cargos.

"Ele (Temer) ouviu nossas preocupações ambientais, falamos sobre a Amazônia, sobre o Acordo de Paris e, de maneira alguma, ele avançou ou fez qualquer sinalização. O vice-presidente só disse que, respeitosamente, vai aguardar decisão do Senado (sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff)."

Pela manhã, o vice-presidente Michel Temer gravou uma entrevista para a rede CNN, no Palácio do Jaburu. No início da tarde, ele seguiu para a vice-presidência, onde se reuniu com o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (PMDB), e o ex-governador mineiro Newton Cardoso. Nesta tarde, o vice recebe o peemedebista Geddel Vieira Lima.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos