Fazenda considera positiva sinalização do STF sobre juros compostos

Brasília - O ministério da Fazenda considerou positiva a sinalização do Supremo Tribunal Federal desta quarta-feira, 27. Em nota, a Fazenda afirma que o tribunal indicou que "a tese dos juros compostos é a que deve prevalecer nos contratos de operação de crédito entre os Estados e a União".

Sobre a decisão unânime da corte de adiar o julgamento do mérito por 60 dias, a Fazenda classifica que a ação vai ao encontro da orientação do governo e, em particular do Ministério da Fazenda, que desde dezembro de 2015 abriu o diálogo com os governadores e vem buscando uma proposta equilibrada do ponto de vista fiscal para toda a Federação. "Essa proposta foi construída em conjunto com os governos estaduais e encaminhada ao Congresso Nacional", diz o documento.

O ministério informou ainda que vai avaliar o impacto financeiro imediato da manutenção das liminares, que estão mantidas por 60 dias. Até o momento, 11 Estados têm o direito de mudar o cálculo de suas dívidas com a União sem sofrer sanção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos