Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

PPS, PR e PROS indicam nomes para compor CCJ da Câmara

Em Brasília

  • Lucio Bernardo Jr./Câmara dos Deputados

    Uma das tarefas da CCJ será analisar recursos de Cunha

    Uma das tarefas da CCJ será analisar recursos de Cunha

Mais três partidos protocolaram na tarde desta segunda-feira (2) na Secretaria Geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados os nomes de seus representantes na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Casa. As bancadas têm até às 11h desta terça-feira (3) para encaminhar os seus indicados para a comissão. A instalação da comissão ocorrerá no mesmo dia.

O PPS, que tem direito a uma vaga, indicou Arthur Maia (BA) como titular e o suplente Raul Jungmann (PE). Já o PR – com cinco vagas – terá entre seus titulares Capitão Augusto (SP), Delegado Edson Moreira (MG), Delegado Waldir (GO), Jorginho Mello (SC) e Paulo Freire (SP). Entre os suplentes do PR na CCJ estão Clarissa Garotinho (RJ), Gorete Pereira (CE), Laerte Bessa (DF) e Wellington Roberto (PB). O PR tinha direito a uma vaga de suplência que foi cedida ao bloco liderado pelo PMDB. O PROS indicou como titular Ronaldo Fonseca (DF), mas ainda não confirmou seu suplente.

O primeiro partido a formalizar seus indicados foi o Solidariedade, que terá duas cadeiras titulares. O líder da bancada, Genecias Noronha (CE), e o deputado Major Olímpio (SP) foram indicados como titulares. Os dois suplentes serão Paulo Pereira da Silva (SP) e Lucas Vergílio (GO).

A CCJ é a principal comissão da Câmara por analisar a constitucionalidade das proposições e ser uma instância recursal da Casa. Neste ano, uma das tarefas do colegiado será analisar os recursos do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), contra o processo por quebra de decoro parlamentar em trâmite no Conselho de Ética.

O processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e a janela de mudança partidária atrasaram a instalação das comissões permanentes neste ano. Normalmente, os trabalhos começam em março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos