'Maranhão diz que houve vícios na votação', diz vice-presidente do Senado

Brasília - O senador Jorge Viana (PT-AC), vice-presidente do Senado, disse que o presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), alega "que ocorreram vícios e desvios na votação" e que "não foram cumpridos formalismos (sic) importantes para a matéria". Ele usou esses argumentos para anular a tramitação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, na manhã desta segunda-feira, 9.

Segundo Viana, Maranhão solicita que o Senado que remeta o processo de volta à Câmara dos Deputados. A votação no plenário do Senado seria realizada nesta quarta-feira (11). "O presidente interino pede que o processo retorne à Câmara para que falhas sejam corrigidas", informou, em um vídeo postado nas redes sociais.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que também aparece no vídeo, comemorou a decisão. "É uma grande vitória. A luta continua."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos