Renan abre sessão para votar vetos e meta fiscal; oposição anuncia obstrução

Brasília - O presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), abriu por volta das 11h30 desta terça-feira a sessão para votar os 24 vetos presidenciais e o projeto que altera a meta fiscal deste ano. A votação, contudo, ainda não começou, pois ainda não há quórum mínimo de parlamentares presentes no plenário.

A oposição ao governo Michel Temer já anunciou que vai obstruir a sessão. A obstrução se dará por meio de questões de ordem, requerimentos de adiamento de votação e apresentação de destaques aos vetos presidenciais, para atrasar a votação. A revisão da meta fiscal só pode ser votada após todos os vetos serem analisados.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-MA) vai apresentar questão de ordem questionando o fato de a alteração da meta fiscal estar sendo votada diretamente no plenário, sem passar pela Comissão Mista de Orçamento (CMO). Segundo ela, "não é praxe" no Congresso votar matérias orçamentárias sem que elas sejam analisadas antes por comissões.

Além disso, a senadora pretende questionar a própria revisão em si da meta. O governo Michel Temer pede autorização do Congresso para registrar um déficit fiscal de R$ 170,5 bilhões, maior do que os R$ 95,6 bilhões previsto pelo governo Dilma. Vanessa sugere que a votação seja adiada para a próxima semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos