Para Gleisi Hoffmann, saída de ministro da Transparência 'era previsível'

Brasília - A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse que era "previsível" a saída do ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira.

Ele pediu demissão do governo Michel Temer após o vazamento de áudio gravado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em que Silveira orienta o executivo e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em relação a como agir perante as investigações da Lava Jato.

"Achei previsível. Já esperava que isso acontecesse", disse Gleisi. Ela lembrou que os servidores da antiga Controladoria-Geral da União (CGU) já tinham se manifestado contrários às mudanças feitas no órgão. "Não vou entrar no mérito se a postura dele foi adequada. O fato é que o posicionamento dele antes teve essa implicação. O órgão acabou o rejeitando", afirmou a senadora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos