Série de reportagens sobre Panamá Papers ganha prêmio internacional de jornalismo

São Paulo - A maior cooperação de mídia da história, que reuniu mais de 100 órgãos de imprensa para analisar o caso Panama Papers, foi agraciada nesta quinta-feira, 16, com o principal prêmio internacional de jornalismo de dados, concedido pela entidade Global Editors Network.

A série de reportagens, na qual trabalharam cerca de 370 jornalistas de 76 países, sob a coordenação do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), venceu na categoria "Investigação do Ano". No Brasil, participam da apuração o portal UOL, o jornal O Estado de S. Paulo e a Rede TV!.

As reportagens expuseram uma rede global de corrupção que fazia uso da empresa panamenha Mossack Fonseca para ocultar recursos em paraísos fiscais. Doze chefes de Estado, atuais e antigos, usaram essa estrutura para abrir empresas offshore.

No Brasil, a apuração revelou a existência de 107 offshores relacionadas a personagens da Operação Lava Jato. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos